Regar plantas em tempos de crise: conheça a técnica sem impactos ambientais

16/05/2017 - 9:18 3484 Views
A irrigação das plantas é um fator extremamente crucial para o desenvolvimento de todos os tipos de cultivações. A quantidade certa de água permite que as plantas se desenvolvam do melhor modo possível em cada fase do crescimento: se recebem água demais, elas podem sofrer danos nas raízes, mas também no caule e nas folhas.

Por outro lado, se elas recebem pouca água, correm o risco de secarem e perecerem em pouco tempo. Além disso, durante os seus períodos de ausência, as plantas continuam a precisar da sua fonte primária de vida e, a não ser que você tenha amigos e parentes dispostos a irem até a sua casa para regá-las, é necessário um sistema inteligente e econômico que substitua você. Aqui está uma técnica genial para regar as plantas sem desperdiçar água.

Esta técnica permite que você não precise irrigar manualmente plantas em vasos e plantas enterradas, incluindo a horta, por dias, permitindo-lhe de sair de férias ou ausentar-se por um fim-de-semana, sem precisar pedir aos amigos e vizinhos para darem água às plantas.

Aproveita-se a impermeabilidade do plástico, através da utilização de garrafas e recipientes de plástico como reservatórios, condensadores e irrigadores. Veja como fazer >>


3) Como funciona

Pode parecer uma manobra complicada, mas na verdade, leva menos de 5 minutos para posicionar cada dispositivo para a irrigação. O primeiro passo é separar garrafas de plástico de dois tamanhos diferentes: você pode utilizar garrafas de meio litro e garrafas de um litro e meio, ou garrafas de um litro e meio com galões de três litros e assim por diante: quanto maiores forem os recipientes, mais tempo durará a reserva de água. Dependendo das suas necessidades, utilize recipientes de plástico de diversas dimensões e siga as instruções para ter o seu sistema de irrigação a custo zero e a impacto zero.

O artigo continua >>

tecnica-geniale-per-le-piante-1



2) A construção do reservatório

Pegue o recipiente de plástico menor e corte-o aproximadamente no meio, para obter um tipo de grande copo de plástico. Cave um buraco para enterrá-lo até a borda e encha-o de água. Depois disso, pegue o recipiente de plástico maior e corte-o no meio também.

Agora coloque o recipiente grande, de cabeça pra baixo em cima do recipiente menor, de modo a obter uma grande tampa. Neste momento o seu sistema de irrigação estará pronto e funcionará automaticamente: quanto mais ensolarado for o dia, mais água as suas plantas irão receber.

A água no reservatório esquenta e evapora, mas o vapor, em vez de voar embora, sobe perto da superfície da tampa de plástico, onde condensa e cai no solo, molhando a terra em proporção a quanto calor recebeu.

O artigo continua >>

tecnica-bagnare-piante2



1) As vantagens deste sistema de irrigação

Este sistema de irrigação é completamente automático e gratuito e é muito eficiente de qualquer outro método. Aqui explicamos os motivos da sua excelente qualidade!

Mais sol, mais água: dissemos que era automático e de fato é. Quanto mais quente e ensolarado for o dia, mais sede as plantas terão… e mais vapor será emitido para acabar com a sede delas. Tudo perfeitamente proporcional sem ter que interferir.

Não se desperdiça nem mesmo uma gota: cada gota irá cair diretamente sobre a terra sem ser borrifada nos vasos, tendo estes pedras ou não, mas caindo sempre a poucos centímetros das raízes.

As folhas não são molhadas: nenhuma gota cairá nas folhas, para evitar que estas fiquem queimadas. Pois como sabemos isso pode acontecer quando essas são regadas no sol.

Não se gasta nem um real: além das garrafas de plástico, você pode reciclar recipientes de plástico, vasilhas, tigelas, potes e tudo aquilo que se encaixa com as necessidades das suas plantas.

Irrigação a impacto zero: você terá um sistema que funciona 100% com energia solar, sem usar nenhum outro recurso.

tecnica-bagnare-piante

Você achou o nosso artigo útil? Então compartilhe no Facebook com os seus amigos!