Barbara Koboldt é uma repórter e ex-modelo que participou da primeira edição do reality A Fazenda. Bárbara foi a primeira participante a desistir do programa, após 9 dias de confinamento. Aliás, vale lembrar que o vencedor da primeira edição de A Fazenda foi o ator Dado Dolabella.

Barbara Koboldt usou o seu Instagram a fim de explicar os motivos de ter desistido do programa. A ex-modelo detonou tanto o programa quanto os ex participantes em um longo desabafo.

“Na real pedi pra ir embora pq certamente eu teria dado um chute na cara desse moleque Dado. Sou uma fada – até que apareça na minha frente um coitado desses. Aliás, dois né, presta atenção. Não gostei da índole das pessoas. Ninguém queria saber de ninguém não, alí, o menosprezo é a única moeda que eles tinham nos bolsos. Eu não sou assim. Minha vida é muito boa pra que eu precisasse estar alí. Achei que era um trabalho como tantos, com pessoas que trabalhavam na tv e tal, e que existiria o MÍNIMO de respeito.

Nem a tv Record sabia que seria essa merda? Não sei. ELES precisam do dinheiro, pois que se matem. O que eu vi lá foi deboche do mal, falta de respeito, baixaria, banheiro podre, privada entupida de O.B. e fedida (no primeiro dia!), prato com comida dentro da pia, cabelo na comida, pano de prato no mesmo balde que pano de chão. Até que estouraram um estralinho no ouvido de um rapaz que dormia, o tal Miro. Então me vi num matadouro de inconsequentese abusadores.”

Barbara Koboldt continua…

“Eu só pensava no meu apartamento lindo e todo decorado por mim, meu banheiro só meu, meu silêncio, tintas, desenhos, luzes coloridas… meus restaurantes onde me tratam tão bem com comidinha gostosa… meus livros e no cocô enorme que ia sair de mim depois daquela merda toda que entra na tua alma. Foda-te se te der nojo. Essa Fazenda é um lugar que só quem é muito sem grana e sem cultura topa. Eu to fora. Dinheiro não paga a minha PAZ. Um resumão meio bagaceiro, me desculpem, só mesmo pra deixar o registro aqui. Recebi muitas perguntas na época desse troço. Deus me livre disso sempre.”

View this post on Instagram

Na real pedi pra ir embora pq certamente eu teria dado um chute na cara desse moleque Dado. Sou uma fada – até que apareça na minha frente um coitado desses. Aliás, dois né, presta atenção. Não gostei da índole das pessoas. Ninguém queria saber de ninguém não, ali, o menosprezo é a única moeda que eles tinham nos bolsos. Eu não sou assim. Minha vida é muito boa pra que eu precisasse estar ali. Achei que era um trabalho como tantos, com pessoas que trabalhavam na tv e tal, e que existiria o MÍNIMO de respeito. Nem a tv Record sabia que seria essa merda? Não sei. ELES precisam do dinheiro, pois que se matem. O que eu vi lá foi deboche do mal, falta de respeito, baixaria, banheiro podre, privada entupida de O.B e fedida (no primeiro dia!), prato com comida dentro da pia, cabelo na comida, pano de prato no mesmo balde que pano de chão. Até que estouraram um estralinho no ouvido de um rapaz que dormia, o tal Miro. Então me vi num matadouro de inconsequentes e abusadores. Eu só pensava no meu apartamento lindo e todo decorado por mim, meu banheiro só meu, meu silêncio, tintas, desenhos, luzes coloridas…meus restaurantes onde me tratam tão bem com comidinha gostosa…meus livros e no cocô enorme que ia sair de mim depois daquela merda toda que entra na tua alma. Foda-te se te der nojo. Essa Fazenda é um lugar que só quem é muito sem grana e sem cultura topa. Eu to fora. Dinheiro não paga a minha PAZ. Um resumão meio bagaceiro, me desculpem, só mesmo pra deixar o registro aqui. Recebo muitas perguntas na época desse troço. Deus me livre disso sempre.

A post shared by ᴮᴬᴿᴮᴬᴿᴬ ᴷᴼᴮᴼᴸᴰᵀ ︎ ︎ (@barbara.koboldt) on

Se você gostou do nosso artigo, então compartilhe com os seus amigos no Facebook!

Imagem acima: Instagram Barbara Koboldt