Alain Delon eutanasia
Advertisement

O autor franco-suíço Alain Delon fez grande sucesso no cinema europeu nos anos 60 e 70. Aos 86 anos ele publicou uma mensagem de despedida em seu perfil pessoal no Instagram na última sexta-feira(25).  Isso aconteceu depois que o seu filho falou sobre a intenção dele em realizar um suicídio assistido.

Ao mesmo tempo na mensagem, Alain disse que gostaria de agradecer a todos que sempre o acompanharam ao longo dos anos. Da mesma forma ele completou: “Espero que futuros atores possam encontrar em mim um exemplo não só no local de trabalho, mas na vida de todos os dias.” 

Anthony, filho do autor, já passou pela mesma situação com a sua mãe em janeiro de 2021. Isso porque ela havia cogitado fazer uma eutanásia pois sofria com um câncer no pâncreas. Mesmo assim o procedimento não foi realizado.
Uma vez que já agradeceu aos fãs pelo carinho, Alain Delon justificou sua decisão em outro post, já que a eutanásia assistida é legalizada em alguns países. Como por exemplo a Suíça, onde ele vive. “Tomei minha decisão há muito tempo, acho que minha vida tem sido linda, mas também muito difícil.” O ator ainda escreveu que nunca gostou de envelhecer e que as dores e dificuldades o deixam imóvel diante de tudo.

Advertisement

Em 2019, Alain Delon sofreu um AVC – Acidente Vascular Cerebral. Deste então ele já havia comentado em algumas possibilidades sobre a realização de uma eutanásia. 

Como funciona a eutanásia?

O procedimento é muito discutido. Isso porque a eutanásia acelera a morte de alguém por uma motivação específica. Como por exemplo de um paciente em estado crítico de saúde, o qual ele sente dor, ou em o caso já não pode mais ser revertido.
Dessa forma a eutanásia pode variar entre o desligamento de aparelhos no hospital, através de injeções letais ou até mesmo por falta de recursos.