Antonia Fontenelle cachorra
Advertisement

A youtuber Antonia Fontenelle foi uma das responsáveis pela divulgação do caso da atriz Karla Castanho que foi vítima de estupro e de violação do sigilo médico. Isso porque, uma das enfermeiras do hospital onde a atriz fez o parto, contou para o jornalista Léo Dias que repassou a informação para Fontenelle. Por isso tudo chamaram Antonia Fontenelle de tudo, inclusive “cachorra”.

Por tornar público o caso de Klara, Antônia Fontenelle vem sofrendo muitas críticas.

Apesar de não citar o nome da youtuber, a atriz Samantha Schmutz se referiu a Antonia como “cachorra sarnenta” em suas redes sociais: “Venho aqui me solidarizar com Klara Castanho, pois estou muito arrasada com todos os tipos de violência sofrida por ela, pois além da sexual, ela continuou a ser violentada por seres malignos que fazem tudo por dinheiro e quinze minutos de fama, a vida da gente não é reality show não, seus vagabundos desumanos, jornalista de m…, cachorra sarnenta, seres deploráveis…”, escreveu Samantha em seu Instagram.

Defesa de Antonia Fontenelle ao ser chamada de cachorra

Diante das críticas, Fontenelle se defende durante uma live no Instagram, chamando seus críticos de ‘cretinos’ e ‘covardes’. Além de, sem citar nomes, chamar Schmutz de ‘desempregada’: “Uma atriz desempregada da TV Globo, vocês sabem do que ela me chamou ontem?

Advertisement

Na tentativa de lacrar? Me chamou de ‘cadela sarnenta’. Ela só não me atinge porque uma pessoa que passa nota falsa para taxista não é apta a atingir ninguém, principalmente uma mulher de bem como eu, que luta pelos outros, não só por mim”.

E concluiu: “Covardes, não vou sucumbir para vocês, estou aqui para me defender. Não trabalho com covardia e a minha vida vai seguir como sempre seguiu porque isso é um poder que Deus me deu, e eu faço bom uso do meu poder”.

Em nenhum momento, a influencer se mostrou arrependida por ter exposto a atriz Klara Castanho. Ao contrário, chegou a criticar Klara por ter dado o bebê para adoção.

Momentos antes da live, Fontenelle aproveitou para atacar a TV Globo que também a responsabilizou por ter exposto o caso: “Eu acabei de ver uma matéria, que eu diria covarde, no Fantástico, me atacando, citando meu nome como a vilã de uma história macabra. Não fui eu a precursora dessa notícia, já sabia há um tempo, mas quando todo mundo começou a falar, eu também falei. O vilão dessa história é o estuprador. Que tal a gente ir para o cerne da questão? A moça relatou que foi estuprada, mas acho que vocês não estão preocupados com isso, não… Covardia“, disse ela.