Daniel Day-Lewis hoje
Advertisement

Daniel Day-Lewis é um nome muito conhecido em Hollywood. Único a ganhar 3 Oscars de Melhor Ator Protagonista. Entre os filmes em que estrelou estão “O último dos Moicanos” (1992), “A insustentável leveza do ser” (1988), “Meu pé esquerdo” (1989), “Gangues de Nova York” (2002) e “Em nome do pai” (1993), por exemplo. Pois bem, este ator super requisitado pelos diretores e multi milionário, deixou tudo e foi aprender a arte de fazer calçados em Florença, na Itália.

Daniel Day-Lewis e a vida de sapateiro

Depois de atuar em alguns filmes na década de 90, Daniel Day-Lewis sumiu das telas por 5 anos. O ator decidiu deixar de lado a vida luxuosa de glamour que levava para “colocar a mão na massa”. Fontes revelaram que Daniel era apaixonado pela arte de fazer sapatos e assim, o ator resolveu ir morar na Itália para aprender a fazer sapatos.

Na época Daniel tinha 42 anos e se mudou para a Itália levando a mulher Rebecca e um dos filhos. O ator trabalhou na sapataria de Stefano Bemer, muito conhecido na Itália por seus sapatos feitos a mão e sob medida. Um par de sapatos custa pelo menos 500 euros.

Daniel conheceu Bemer quando este fez um par de sapatos sob medida para o ator que se apaixonou pelo resultado e se empolgou tanto a ponto de querer aprender a fazê-los.

Advertisement

Bemer por sua vez, acolheu o pedido do ator ensinando ao mesmo a arte da sua profissão. Daniel trabalhou como sapateiro por 10 meses e não quis receber salário.

De acordo com Bemer, Daniel insistia para varrer o chão da sapataria no final do expediente dizendo: “Eu sou o funcionário mais novo, é justo que eu faça isso”. Além disso, o ator não queria saber de abrir nem a correspondência que chegava para ele. Tudo para se concentrar somente no que havia decidido a fazer naquele momento.

Então e diga, você conhece outro ator desse nível, que ganhou 3 Oscars como Melhor Ator Protagonista, que consegue ser extremamente humilde e divo ao mesmo tempo?