ex-ator mirim
Advertisement

O ex-ator mirim Edward Furlong (44), ficou famoso ao contracenar com Arnold Schwarzenneger em “O exterminador do Futuro 2” (1991).

Recentemente, o ex-ator mirim apareceu em um vídeo totalmente transformado. Isso porque ele teve os dentes destruídos por conta do vício em heroína e metanfetamina. Edward Furlong declarou que está sóbrio há quatro anos.

Em entrevista ao Daily Mail, o ator contou que sua relação com as drogas lhe trouxe muito prejuízo, pois perdeu dinheiro, a carreira e seus dentes. Recentemente ele fez uma restauração bucal e no visual, recuperando assim sua autoestima. Dessa maneira, seu principal objetivo é colocar sua vida nos eixos e recuperar sua carreira.
Segundo Edward, tudo começou com o álcool e a maconha. Em seguida foi para a cocaína. Ao Daily Mail ele disse que não tinha pessoas que cuidassem dele: “Não tinha muitas pessoas cuidando de mim e fui deixado à solta”. Ele estava se referindo à sua rápida ascensão à fama quando era somente um adolescente.

O ex-ator mirim teve mais sorte que juízo


Também confessou que não acredita como ainda está vivo: “Quando eu estava chapado, eu tinha camaradagem com outras pessoas. De repente, senti que estava com pessoas e me encaixava de alguma forma, foi assim que começou.

Advertisement

Eu estava injetando cargas e cargas de heroína, metanfetamina, fumando DMT (o psicodélico Dimetiltriptamina) o tempo todo. Era assim que eu ficava o tempo todo. Incrível que ainda esteja vivo“.

Segundo ele, a melhor coisa que fez foi ter ficado sóbrio. Atualmente, seu maior objetivo é recuperar os relacionamentos profissionais que perdeu ao utilizar drogas: “Eu f%$# com tantas pessoas quando estava usando drogas, reconquistar a confiança das pessoas que trabalham com você quando você se descontrolou com elas é um processo longo. É como a amizade que acontece depois de um término ruim – as pessoas estão aprendendo a confiar em mim novamente. É ótimo e as coisas estão lentamente começando a voltar a funcionar“, declarou.

Finalmente, Furlong garante que não fica mais de ressaca ou se perguntando o que fez na noite anterior e que espera continuar sempre assim: “Há tantas coisas incríveis e razões pelas quais eu faço isso. Espero continuar assim”.