Rodrigo Mussi acidente
Advertisement

O ex-BBB Rodrigo Mussi (36) escreve uma carta em sua primeira aparição após o acidente. Rodrigo sofreu um grave acidente de trânsito no dia 31 de março em São Paulo. Após quase um mês de internação, o rapaz enfim recebeu alta do Hospital das Clínicas em 28 de abril.

Neste Domingo (15), Rodrigo Mussi escreveu e postou uma carta em suas redes sociais. Na postagem, ele exibe sua mão direita e a princípio agradece por ter recebido uma nova vida: “Aqui é o Rodrigo, vocês dizem que eu sou um milagre e eu acredito que não estou vivo à toa. Ainda estou assimilando tudo. Obrigado Deus por me dar uma nova chance, uma nova vida e um livro novo em branco nas mãos para escrever novas histórias. Agora eu faço aniversário 2 vezes por ano. Lembrem-se somos abençoados para abençoar. Em breve estou de volta”, declarou.

Rodrigo vai continuar o tratamento de reabilitação intensiva na Rede de Reabilitação Lucy Fontoura, referência no uso de terapias com alta tecnologia e robótica. Segundo o irmão de Rodrigo, o advogado Diogo Mussi, a clínica possui um atendimento de ‘primeiro mundo’ e agradece o atendimento recebido.

De acordo com a família, Rodrigo Mussi está se recuperando bem, porém ainda está com alguma dificuldade na fala e falhas de memória.

Advertisement


A justiça de São Paulo investiga o acidente

A pedido do Ministério Público (MP) e da Polícia Civil, o inquérito corre em sigilo, pois a Justiça de São Paulo quer saber se Rodrigo “tem condições físicas e psicológicas” para falar sobre o que aconteceu.
Nesta terça-feira (10), a juíza Aparecida Angélica Correia da primeira vara criminal do Fórum de Pinheiros, determinou que os documentos do período de hospitalização de Rodrigo, assim como os relatórios de seu tratamento médico fossem disponibilizados para a justiça. Isso para saber se ele teve sequelas em consequência do acidente.

Entendo por bem decretar o sigilo destes autos. Providenciem-se as anotações necessárias. Cobre-se, com urgência, a juntada do laudo pericial do local dos fatos, já requisitado pela Autoridade Policial. Oficie-se, com urgência, ao Hospital das Clínicas, a fim de encaminhar relatório médico atualizado acerca das lesões sofridas por Rodrigo Abrão de Carvalho Mussi Ivo, bem como sobre o tratamento, eventuais sequelas e, ainda, se a vítima possui condições clínicas e psicológicas de prestar declarações sobre os fatos“, escreveu a magistrada em seu despacho publicado no site do Tribunal de Justiça (TJ).

Segundo a polícia, o motorista do aplicativo foi imprudente

O motorista de aplicativo, Kaique Reis, 24 anos, está sendo investigado por suspeita de lesão corporal culposa (onde não existe intenção de machucar) no caso do acidente com o ex-BBB. Nesse sentido, no último dia 4, a investigação do 51º Distrito Policial (DP), concluiu que Kaique “foi imprudente”. O próprio motorista admitiu ter cochilado ao volante quando bateu num caminhão a sua frente, causando sem dúvida o acidente. 
O relatório do inquérito relata que Kaíque dirigiu além da carga horária permitida para a sua jornada de trabalho durante vários dias. Além disso, o relatório aponta que essa irregularidade não estava sendo fiscalizada pelo aplicativo do transporte.

Na ocasião, tanto o motorista do caminhão quanto Kaique foram ouvidos e liberados pela polícia. Nenhum dos dois de fato se machucou.